Belo Horizonte - Minas Gerais (31) 3292-7257 Segunda - Sexta - 8:00 às 18:00
siena

Fiat Siena

A busca pelo carro ideal é, para muitos, uma das decisões mais importantes e difíceis de uma fase de sua vida. São dias de avaliação de todas as opções em busca pelo investimento certeiro, pois é algo que não aceita margem para erros.

Nesse momento, você pode usar a criatividade, mas dependendo de sua situação, apelar para as melhores marcas e seus modelos mais tradicionais pode ser o mais indicado.

Você deve conhecer muito bem os modelos mais populares e mais vendidos do Brasil. Entre eles estão modelos conhecidos há tempos da Fiat, grande fábrica italiana, referência durante toda a evolução do automóvel na história. Um dos modelos de maior sucesso é o Fiat Siena, que irá atender várias de suas necessidades.

Dessa forma, vamos conhecer um pouco da história da firma e das evoluções do Fiet Siena, para te passar ainda mais segurança.

A Fiat tem desempenhado um papel de liderança na indústria automotiva desde a sua criação em 1899, no alvorecer da industrialização italiana. Desde o momento em que apareceram pela primeira vez no mercado, os produtos da Fiat, hoje muito além dos automóveis, foram amplamente desenvolvidos e reconhecidos mundialmente. Seu logotipo se tornou um grande símbolo de status devido a uma história de carros superiores, prestígio, história e tradição.

O início da Fiat

A carta da Società Anonima Fabbrica Italiana Automobili Torino ou Fiat, foi assinada em 11 de julho de 1899. Giovanni Agnelli fazia parte do Conselho de Administração, mas rapidamente se destacou como o inovador da Companhia. Ele estava determinado a se dedicar à Fiat pois apostava que o projeto seria muito bem-sucedido e ele tinha uma grande visão estratégica. Por causa dessas qualidades, ele se tornou diretor administrativo da Fiat em 1902.

As primeiras fábricas e corridas da Fiat

Em 1900, a primeira fábrica da Fiat foi inaugurada no corso Dante, em Turim, com uma força de trabalho de 150 pessoas. A Fiat viu 24 carros saírem da linha de montagem no primeiro ano, incluindo o primeiro modelo da empresa, o 3 ½ CV. Em 1904, um logotipo da Fiat foi projetado como um oval com um fundo azul. Quando a Itália sediou a primeira Car Tour do país, nove Fiats cruzaram a linha de chegada. Em 1902, o piloto Vincenzo Lancia venceu a corrida subida Sassi-Superga, no famoso modelo Fiat 24 hp. Giovanni Agnelli, presidente da Fiat, representou a empresa na pista de corrida, pilotando um Fiat de 8 hp no segundo Italian Car Tour e estabeleceu um recorde nessa corrida.

Em 1908, a Fiat abriu a Fiat Automobile Company nos EUA. A empresa cresceu aos trancos e barrancos: naquela época, um Fiat era um item de luxo na América, custando milhares mais do que o carro doméstico médio do período. A Fiat continuou a crescer rapidamente e não demorou muito para que a empresa expandisse sua linha de produtos com caminhões, bondes, motores marítimos e veículos comerciais.

No final do período de produção inicial da Fiat, a empresa passaria por algumas mudanças e reformularia sua produção. A Fiat começou a equipar seus carros com acumuladores elétricos e também patenteou a transmissão cardan.

Agora, no Brasil, a Fiat é uma empresa conhecida por seus modelos de carros mais populares que são reconhecidos em grande escala nas ruas do nosso país. O Fiat Palio, por exemplo, se mantém por anos entre os mais vendidos no segmento de carros seminovos no Brasil, mas existem outros que também tem protagonismo e são extremamente eficientes, bonitos e funcionais. Entre eles, está o Siena.

Fiat Siena

fiat sienafiat siena

O Siena é um dos carros ainda mais populares do Brasil, que foi começado a ser produzido pela Fiat em 1996. Podemos dizer que é uma versão sedan de quatro portas do Fiat Palio, outro veículo extremamente vendido e amado pelos brasileiros. O Siena foi projetado especialmente para países em desenvolvimento.

Foi introduzido pela primeira vez na América do Sul e, a partir daí, passou a ser fabricado em vários países do mundo. Mais tarde, já em 2002, um carro similar baseado nos mesmos moldes e plataforma do Siena foi desenvolvido para atender o mercado europeu, o chamado Fiat Albea. Ele substituiu o Siena nesses mercados da Europa, como na Polônia, onde o modelo original chegou também a ser vendido anteriormente.

Em 2012, veio a modernização desse veículo, mas sem perder suas origens e público alvo. Aconteceu o lançamento da segunda geração do Siena, denominado Fiat Grand Siena.

Ao longo dos mais de 14 anos de Fiat Siena no Brasil, mais de 800 mil unidades foram vendidas, o que transformou o carro em um dos mais populares do país. No entanto, na Itália, o carro parou de ser comercializado após o fracasso do antecessor Fiat Duna.

Em 2001, o Siena passou por suas primeiras modificações de estilo. O novo design foi feito por Giorgetto Giugiaro, conhecido como uma espécie de guru do design italiano. Essas modificações incluíram um novo design frontal e traseiro, além de mudanças no interior do automóvel. Outra mudança foram os motores. Na Turquia e na China, esses reparos no Siena foram introduzidos com uma nova caixa de câmbio semiautomática Speedgear. Com essas reformulações o Siena enfim passou a ter um lugar importante no mercado e se transformou em um sucesso absoluto nas vendas.

Existiram considerações da Fiat para que acontecesse uma mudança de nome para Palio Saloon, pela falta de interesse na primeira versão do Siena, além do concorrente Chevrolet Prisma estando com vendas sólidas. No entanto, a ideia foi descartada.

Chegando agora na era mais recente e moderna do Siena, vamos para 2008. Nesse ano, a Fiat anunciou mais uma versão modificada do Siena. Já era o quarto modelo, este com um design frontal único, pela primeira vez acontecendo essa diferenciação em comparação com o Palio.

Esse novo Siena tinha aquela perspectiva familiar tradicional da Fiat, com duas luzes dianteiras e alguns detalhes cromados na grade. As luzes traseiras são afiadas e integradas com o porta-malas e parecem inspiradas em modelos da Alfa Romeo, como o 156 e o ​​159.

A partir de 2011, a versão esportiva – Siena Sporting 1.6R 16v, equipada com caixa de câmbio automático Dualogic da Fiat – também estava em produção, embora a Fiat tenha anunciado que essa variante não será mais oferecida a partir de 2012. Todos os novos Siena EL 1.0, EL 1.4 e muitas versões de ELX circulando no Brasil foram, na verdade, fabricadas na Argentina, já que a fábrica de Betim ainda está produzindo apenas as versões mais caras.

Leave a comment