Sem categoria

Como plantar Palmeira Imperial?

Como plantar Palmeira Imperial? – De nome científico Roystonea Oleracea, a Palmeira Imperial é uma das espécies de árvores mais imponentes de todo o mundo. Pertence à família Arecaceae, a qual é composta basicamente por palmeiras. A Palmeira Imperial chegou ao Brasil pela primeira vez no ano de 1809, trazida pelo príncipe Dom João VI e planta no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, a então capital do país.

 

Características da Palmeira Imperial

A Palmeira Imperial, como falado anteriormente, é uma das espécies de árvores mais imponentes de todo o mundo. A árvore, inclusive, já foi usada em enormes plantações de café no Brasil para mostrar status para outras pessoas que passavam por ali. Ter uma Palmeira Imperial era significado de prosperidade, principalmente financeira.

Entre outros fatores, toda essa imponência se dá principalmente pela altura da Palmeira Imperial. Esta, por sua vez, pode atingir de 18 até 40 metros em algumas situações, dependendo das situações climáticas e da idade da árvore.

Tem também grandes folhas em sua copa, as quais podem variar desde 2 a 4 metros de comprimento. Estas são classificadas com penteadas, tendo em vista que se organizam com uniformidade, realmente parecendo que alguém as penteou.

O caule não possui nenhuma textura especial e tem uma coloração cinza escuro, com no máximo alguns anéis em sua circunferência, a qual pode variar de 50 cm a 1 metro.

 

Como Plantar Palmeira Imperial?

Se você tem um grande quintal ou um lugar onde a Palmeira Imperial terá liberdade para crescer, é possível que se interesse por plantar essa árvore tão imponente. Para isso, você precisará seguir alguns passos e saber algumas dicas vitais.

Primeiramente, as sementes de palmeiras, para que realmente germinem, precisam estar frescas. Isso se deve ao fato de que com o passar do tempo as sementes das palmeiras perdem sua capacidade de germinação. Além disso, deve-se também tirar as polpas. Isso pode ser feito deixando o elemento na água por um tempo (aproximadamente uma semana, com a troca diária da água) e depois peneirando.

Daí pode-se fazer o plantio com sementeira, preferencialmente com terra e substrato. Regue todos os dias, pois a terra seca pode interromper de vez a germinação. Jogar cinzas no canteiro também pode ajudar todo o processo.

A germinação de uma palmeira imperial varia de uma planta para outra, devido às características da semente, do solo e dos cuidados. Pode demorar até 3 meses para germinar, o que talvez seja uma eternidade para os ansiosos. Deve ser exposta ao Sol diariamente e o calor é necessário para o pleno crescimento. Em casos de ambientes frios, a palmeira imperial só pode crescer em estufas.

Agora que você já possui o torrão com a Palmeira Imperial semeada, deverá transporta-la para o local definitivo. Isso acontece quando a planta atinge aproximadamente 70 cm de altura. Faça uma cova com o dobro da área do torrão e uma profundidade aproximada de 70 centímetros. Para adubar, coloque esterco, calcareo e cal.

Nos primeiros meses, regue todos os dias, se cuidando para que o local não fique seco, tendo em vista que a planta está enraizando. De 3 em 3 meses deve-se fazer uma nova adubação da cobertura. A Palmeira Imperial tem um crescimento rápido, pode aumentar a sua altura de 80 centímetros a 1 metro em um único ano. Como falado anteriormente, pode alcançar de 18 até 40 metros em situações ideais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *