A história do Ford Escort

Nascimento:

O Escort nasce uma parceria entre Ford de dois países. Em novembro de 1967 foi iniciada sua produção em Halewood, no reino unido, seguida na Bélgica em Genk, em janeiro dia 17 lançado ao mercado.

Foi anunciado pela publicidade como: “o carro pequeno que não é um” o Escort(acompanhante em inglês) no asnos 50 foi escolhido para ser a versão simplificada da Squire perua da linha anglia.

Especificações:

Possuia linhas simples e arredondadas,com faróis circulares nas versões de entrada e retangulares nas superiores, em uma grande na região central mais estreita que foi conhecido como “osso de cachorro”

Havia 4,05 metros de comprimento, 1,57 m de largura, 1,49m de altura e 2,40m de distancia entre eixos, pesava 770kg. A mecânica era tradicional: havia tração traseira, cambio manual de quatro marchas e o motor Kent com comando de válvulas no bloco e cabeçote de ferro fundido. O motor 1,3 tinha 64 cv no Escort GT, que também contava com conta-giros.

A revista inglesa Autocar descreveu o Escort 1,3 de caixa automática: “Desempenho razoável para sua classe, sedento se dirigido rápido,boa transmissão, excelente direção,preço competitivo e bons freios”

Competições:

Nas pistas e ralis, a Ford queria competir com o ágil mini Cooper e em 1968 o Escort substituiu nas competições o bem sucedido Ford Cortina, que teve versões exuberantes pela Lotus, mas era muito grande e pesado para ralis.

Depois de duas vitórias em 1980, Vatanem no ano seguinte garantiu o troféu de pilotos no mundial de Rali(Ganhou no Brasil, no Mil lagoas e na Acrópolo)com o mesmo modelo.

Ao fim da década de 80 a fábrica buscava um sucessor para o Sierra RS cosworth, que estava acabando a produção e com o lótus cortina, era grande e pesado demais, mas Stuard Turner propôs usar a plataforma e o trem de força do Sierra, parecia loucura mas os estudos indicaram possibilidade e em 1988 começou o projeto.

Em genebra em março de 1998 a Ford revela ao público seu novo carro: o Focus, desenvolvido para atender mercado norte americano e europeu, foi mantido em duas versões com motores de 1,6 a gasolina e 1,8 a turbodiesel, e perdia carrocerias de sedã, três portas e conversível.

Grande Sucesso:

O ultimo saiu em Halewood em 21 de julho de 2000, mas a produção foi até 2004 na Argentina. Foram fabricados 13,5 milhões de escorts dentre todas gerações nas unidades alemã,britânica,belga e espanhola, somadas as oresto do mundo.Resultando em quase 20 milhões, foi o carro mais vendido da Ford e um modelo com maior produção na história, resultado de uma excelente parceria binacional.

 

 

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *